Para a SPFW N45, o estilista João Pimenta traz a evolução criativa de seu trabalho com a apresentação de uma coleção feminina. Reconhecido como um dos precursores do cenário nacional a abordar o tema genderless através de sua moda masculina, o estilista enxerga no momento atual a necessidade de evoluir sua moda feminina.

Quando começou a apresentar coleções na Casa de Criadores, na década de 1990, a ideia sempre foi transitar entre os gêneros usando modelagens e materiais femininos para o universo masculino, criando assim uma imagem não gênero para a sua marca. “Durante todos esses anos de existência da marca vim fazendo um trabalho de junção dos gêneros. Hoje, vejo que o movimento sem gênero já conquistou seu espaço e vem ganhando cada vez mais o público”, afirma o estilista, “é um assunto totalmente embutido na moda e na sociedade”.

Juntar para separar

A marca opta por dar início à criação e desenvolvimento de uma coleção voltada para o público feminino, por acreditar que a moda de gênero vem do guarda-roupa masculino para o feminino, e não o contrário. “Vejo no mercado feminino uma possibilidade de evolução criativa que, muitas vezes, o mercado masculino não me dá. Tenho mão para a mulher, pois foi como eu comecei a trabalhar”, acrescenta ele. “Acredito na moda masculina, na moda sem gênero, mas também quero desenvolver produtos para o público feminino, abrindo um novo universo criativo para a minha moda. Continuamos acreditando na liberdade de expressão e de experimentação, sabendo que o nosso cliente sempre consumirá nosso produto sem se preocupar para quem eles foram pensados. Agora, com mais opções para todos em nossas araras”.
Os desfiles acontecerão durante a São Paulo Fashion Week, no Pavilhão das Culturas Brasileiras (Pavilhão Engenheiro Armando de Arruda Pereira), no Parque do Ibirapuera. O acesso à sala de desfile é restrito aos convidados!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

top