A Libertees Brasil, idealizada pelas sócias Marcella Mafra e Dani Queiroga, nasceu da vontade de mostrar o que há de belo dentro de uma penitenciária. Marcella conheceu o trabalho das detentas por meio de uma exposição da matéria de Artes da Escola Estadual Estevão Pinto, localizada dentro do presídio. Com isso, teve a iniciativa de criar a marca, que estreou no Minas Trend em 2017.
Atualmente a Libertees é formada por nove mulheres de diversas faixas etárias que participaram de um curso de profissionalização oferecido pelo SENAIModatec em qualificação de costura industrial. Nesta edição do Minas Trend, a marca mostrou seu trabalho na passarela, no desfile de abertura do evento. A marca fez parte do projeto Design do Autor, que reuniu 17 estilistas, selecionados pelo diretor-criativo do evento, Ronaldo Fraga, para apresentar trabalhos inspirados no tema “Em Dias de Sol”.
“A gente utiliza a moda como meio de comunicação, o nosso objetivo é representar essas mulheres invisíveis e anônimas, que ninguém lembra. Acreditamos que com o Minas Trend fazemos isso. Por meio do evento, somos conhecidas em vários estados do Brasil e no exterior também. Então, acreditamos que alcançamos nosso objetivo”, comenta Marcella Mafra.
Para Jorge Peixoto, diretor do SENAI Modatec, de Belo Horizonte, o projeto contribui na profissionalização e inserção do detento no mercado de trabalho. “O SENAI participa capacitando para o mercado, que está cada vez mais competitivo. O projeto proporciona conhecimento técnico”, afirma.

Tags

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

top