A Ray-Ban é uma das marcas de óculos mais conhecidas no mundo durante quase 80 anos. As armações contam uma história através dos anos, tendências e pessoas que os usaram. É uma questão de ver e ser visto, e de ser o dono da própria individualidade – de impor quem realmente somos.
A campanha de fim de ano da Ray-Ban explorou os momentos que compartilhamos com os amigos e familiares durante as festas e falou sobre voltarmos às nossas raízes, o local ao qual pertencemos e, com isso, redescobrir o sentido do “eu” (#Proud To Belong).
Não importa qual seja a sua história, o que importa é explorar o que isso significa para cada um de nós. Para cada um tem um significado diferente. É sobre reencontrar amigos, voltar a ser criança quando estamos em família ou assistir ao nascimento e crescimento da próxima geração da nossa rua. É sobre família! Proud to Belong é a definição de união, aceitação e identidade pessoal.
Através desse conceito, a Ray-Ban criou uma nova história com o relançamento de dois dos seus modelos mais icônicos, lançados inicialmente na década de 60: o Meteor e o Nina.
O modelo Meteor é moderno e enraizado na saudade. Foi inspirado no Wayfarer e surge com lentes mais arredondadas e uma ponte maior em três estilos: um mais decididamente dos anos 60 em preto total, o outro mais unissex com um acabamento tartaruga ou uma armação cor gelo com efeito transparente e lentes lavadas coloridas, que trazem o modelo para o mundo contemporâneo.
Já o Nina vem com uma armação arrojada gatinho, ponte chave e detalhes icônicos, este é o espírito de sensualidade dos anos 60 em forma de óculos. São apresentados com impressões tartaruga distintivas, lentes perfeitamente coloridas, numa paleta maravilhosa como laranja, amarelo ou azul lavado.

Tags

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

top