Na foto Odilon Passos com a atual Miss Brasil, Raíssa Santana

Ele tem 30 anos, estudou moda no Centro Universitário Moura Lacerda de Ribeirão Preto e seu maior hobby é o mundo miss, que há sete anos o fez olhar para beldades de todo o Brasil. Com 13 anos no mercado, Odilon Passos faz seu trabalho de estilista e fashion designer na alta costura, sempre antenado nas tendências do mercado. Recentemente viu um vestido seu ser usado pela Miss Brasil Earth, Bruna Zanardo, em um concurso na Tailândia.

Juliana Rangel – Como você cria os vestidos?

Eu crio minhas peças de duas formas. Para cliente, uso o critério de proximidade ao que a cliente já é tendenciosa, porém coloco em prática minha experiência indicando melhor tecido e corte para que o cliente se sinta à vontade com a escolha e a roupa. Já para o mundo miss tenho mais liberdade de escolha com as criações livre, sempre voltado para a beleza e a plástica corporal de cada uma.

Quais são as referências na hora de criar um vestido? Se inspira em algo?

Minha inspiração na hora da criação são os próprios clientes. De acordo com uma boa conversa, sentindo o que ela almeja e busca naquela roupa e no momento que ela usará a peça. Tenho como base de pesquisa a internet que é um meio ilimitado de informações e os propósitos no qual permite que eu desenvolva a partir deles também.

Quanto custa, em média, um vestido?

A roupa depende muito do que o cliente deseja e almeja. Como sempre falei para minhas clientes “tudo depende do seu investimento”, “tem como fazer de diversas formas”, depende delas para tornar único o valor de cada roupa.

Como você enxerga o mercado de estilista hoje em dia?

O mercado de estilista depende muito do profissional. Eu considero que um estilista, como é o meu caso, autônomo, que acompanho e faço todos os processos, desde o desenho até a entrega, transitando pelo desenho, modelagem, corte, costura e finalização com acabamentos tanto aplicados e/ou bordados, tende a ser muito promissor, embora a concorrência seja grande. Creio que é um mercado cheio de opção e vantagem.

Qual a maior dificuldade na hora de fazer um vestido?

Não digo dificuldades, porém o maior desafio é trabalhar de forma simples a auto-estima de cada cliente, pois cada uma tem a sua.

O que te levou para esse universo da moda?

O interesse pelo universo tão rico e vasto foi pela paixão de criar cada roupa com amor e fazer parte dos momentos mais felizes das pessoas no qual me procuram sempre.

Quanto tempo você demora para produzir uma roupa?

Cada peça de roupa que eu produzo tem como precursor cada pessoa, porém para roupas de festa tem um prazo de 15 dias, mas é possível fazer um vestido deslumbrante.

Com quantos anos você começou a se apaixonar pelo seu atual trabalho?

Sempre fui fascinado pela alta costura e por suas possibilidades. E meu hobby do mundo miss já faz 7 anos.


A Miss Brasil Earth Bruna Zanardo

 

Qual foi o vestido que você fez para uma miss que participou de um concurso no exterior?

A miss quem usou esse vestido foi a Bruna Zanardo, que foi eleita Miss Brasil Earth. Ela conquistou o título e o concurso, no qual ocorreu na Tailândia, em 2016. Foi uma experiência única ter mais uma miss brasileira usando um vestido meu em um dos concursos com mais visibilidade do mundo. Ele é longo sereia, tomara que caia em tafetá de seda, com busto e corpo drapeado em tomas. A miss se preparou em Ribeirão Preto com o coordenador Eder Ignácio e eu tive o desafio de fazer um vestido em sete dias, pois ela viajaria em 15 dias para a Tailândia. Foi realizada apenas uma prova para que a roupa fosse concluída.

Já fez alguma venda inusitada?

Por sempre trabalhar com momentos felizes, cada cliente sempre me procurou para algo especial. Em um desses momentos, fiz uma roupa para um funeral de um cliente que se preparou arduamente para o funeral do seu marido. Momentos felizes independente de qual seja.

Qual é a dica que você para quem quer entrar para este mercado?

Minha dica para quem entra no mercado é aproveitar cada momento, experiência e pessoa, pois errar também faz parte, mas é a partir dos erros que vem os acertos. Isso é uma dica para todo profissional de qualquer área.

 

 

 

 

Tags

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

top